Evite afogamento leia aqui


Índice de afogamentos apresenta números elevados


Data de Postagem: 13/09/2017 1:29 pm




DICAS DE SEGURANÇA

Não superestime sua capacidade de nadar, a Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (SOBRASA), revelou que 50% dos afogados em praia acham que sabem nadar; Use sempre um colete salva-vidas; Isto pode fazer uma grande diferença de vida ou morte a você; Antes de mergulhar certifique-se da profundidade e verifique se não existe troco de arvores, pedras ou objetos pontiagudos submersos; Nunca pule de pontes, barrancos ou arvores na beira dos rios e igarapés.


BANCOS DE AREIA
A maioria dos afogamentos ocorre em um local chamado banco de areia. Este acúmulo de areia no meio de um curso de água muda de profundidade constantemente, tornando-se um perigo evidente para embarcações e banhistas. Prefira nadar em local raso e sempre acompanhado de outras pessoas. Lembre-se: água no umbigo, sinal de perigo!


CORRENTEZAS
A correnteza é o trecho em que a corrente d’água vai mais rápida, geralmente formando ondulações perigosas nos rios. Esta parte do curso d’água de um rio é um iminente perigo até para quem sabe nadar. Nunca tente salvar alguém se não tiver condições para fazê-lo. Muitas pessoas morrem desta forma. Se você for socorrer alguém nesta situação, jogue um objeto de flutuação para a vítima e ligue 193 para chamar socorro profissional dos guarda-vidas do Corpo de Bombeiros.



EMBARCAÇÕES
Conheça o desempenho da sua embarcação e não ultrapasse a capacidade de lotação. Use sempre o colete salva vidas e navegue com segurança. Evite navegar sozinho ou a noite e sem comunicação. Consulte a previsão do tempo e nunca pilote alcoolizado.

PESCARIAS
Neste verão a pescaria aumenta muito em nossas águas, assim como os casos de mortes de pescadores por afogamento. Quando for pescar evite ingerir bebida alcoólica, vá sempre acompanhado e avise o local da pescaria para um parente e a hora programada para o retorno; O afogamento entre pescadores é geralmente fatal e ocorre por algumas razões diferentes, tais como tentar retirar a rede de pesca ou o anzol que se engancha em alguma pedra ou galho de árvore. Evite entrar na água para recuperar redes ou anzóis durante a pescaria.





Acessos : 29

Voltar