JÁ ESTÁ NO HGR – Ação conjunta dos governos de Roraima e Bolívar resgata brasileira ferida na Venezuela


Edielcis Nahirobis Giron Sooares já está internada no HGR, recebendo atendimento especializado


Data de Postagem: 25/10/2017 1:08 pm




HELDELIANO ARRAIS
Foto: Ascom/CBMRR
Gravemente ferida num acidente de carro na Venezuela, ocorrido no último dia 19, a brasileira Edielcis Nahirobis Giron Sooares já está internada no HGR (Hospital Geral de Roraima), recebendo os cuidados médicos que o caso requer, após uma delicada ação de resgate que envolveu o trabalho conjunto dos governos dos estados de Roraima, no Brasil, e de Bolívar, na Venezuela, nesta terça-feira, 24.
Familiares da paciente entraram em contato com a governadora Suely Campos na segunda-feira, 23, relatando o acidente e as condições da brasileira, que foi internada em um hospital de Puerto Ordaz, recebendo apenas cuidados paliativos para suportar a dor dos traumas decorrentes do acidente, pois não havia medicamentos nem materiais médico-hospitalares para o tratamento adequado.
No mesmo dia, Suely Campos enviou ofício ao governador do Estado Bolívar, Justo Nogueira Pietri, solicitando a cessão de uma aeronave para transportar a paciente de Puerto Ordaz até Santa Elena de Uairén, na fronteira com o Brasil.
O governador prontamente atendeu ao pedido e disponibilizou a aeronave. Uma equipe formada pela médica Mariângela Andrade e por seis socorristas da Companhia de Emergência Pré-hospitalar e da Companhia de Busca e Salvamento do CBMRR (Corpo de Bombeiros de Roraima) atravessou a fronteira e foi até Puerto Ordaz, para auxiliar a remoção de brasileira.
A paciente e os socorristas chegaram nesta terça-feira, 24, a Santa Elena de Uairén, por volta das 17h15, onde já se encontrava outra guarnição de bombeiros e uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), para realizar o transporte da brasileira em ambulância até o município de Pacaraima.
Em seguida, foi realizada a remoção de Pacaraima para Boa Vista, em aeronave disponibilizada pelo Governo de Roraima. A mãe da vítima e a médica roraimense acompanharam todo o traslado, até a entrada da paciente no HGR, para atendimento especializado.
“O principal objetivo da nossa ida à Venezuela era tranquilizar a paciente, que estava consciente, porém com dreno nos pulmões, o que exigia cuidados especiais pela gravidade do acidente”, explicou a médica Mariângela Andrade.
“O governo está atento a situação de brasileiros feridos na Venezuela e vem disponibilizando os meios necessários para garantir a assistência a essas pessoas. No mês se agosto realizamos uma missão de resgate semelhante a outra brasileira vítima de acidente automobilístico na Venezuela. É um momento de muita aflição para as famílias, que podem contar com nosso apoio”, disse a governadora Suely Campos.
O comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Doriedson Silva Ribeiro, destacou que ações de apoio à saúde, inclusive remoções de pacientes em estado grave estão no rol das missões de urgência da corporação.
“A resposta deve ocorrer o mais rápido possível para evitar mortes por falta de atendimento médico. O envolvimento da governadora Suely Campos, ao solicitar o apoio do governador de Bolívar foi fundamental para o sucesso desse resgate, além, é claro, do trabalho realizado pelos bombeiros e da médica socorrista. Todos foram fundamentais para ajudar a salvar a vida dessa brasileira”, frisou Doriedson Ribeiro.
Entre os militares que estiveram envolvidos na missão, quatro deles permaneceram em Puerto Ordaz e regressarão para Boa Vista nesta quarta-feira, sob o comando do Capitão Joseney Freitas.




Acessos : 60

Voltar