FORMAÇÃO - Fim de quarentena reafirma certeza da profissão militar para alunos soldados do Corpo de Bombeiros


A formação militar é realizada na Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago com dedicação exclusiva durante o período do curso


Data de Postagem: 25/01/2018 3:49 pm




Por: Heldeliano Arrais
Fotos: Ascom/CBMRR

No último sábado (20), os 89 alunos do Curso de Formação de Soldados do Corpo de Bombeiros Militar de Roraima (CFSd/BM), retornaram de uma marcha com remoção de vítimas em local de difícil acesso em área de mata e transposição do Rio Cauamé. A instrução marcou o encerramento do período de quarentena para os novos militares do CBMRR.

A tradicional marcha dos alunos simboliza o fim da quarentena, período em que os novos integrantes do CBMRR ficam a disposição da coordenação do curso em regime de prontidão total, nos quais são inseridos na vida militar, na rotina intensa de estudos, de atividades físicas peculiares da profissão, com horários regrados e no aprendizado da convivência com pessoas de culturas e hábitos diferenciados, oriundas de várias partes de Roraima e de outros estados.

O objetivo da quarentena é aplicar os conhecimentos básicos de pronta resposta em uma situação de rusticidade aprendidos durante o período de adaptação. Além disso, é nesse período que os instrutores buscam fortalecer os valores intrínsecos à profissão bombeiro militar, que está diretamente ligada às atividades de socorro e que requer resistência à fadiga, domínio próprio, hombridade, espírito de corpo, lealdade, bem como o fortalecimento da disciplina e hierarquia, que são os pilares basilares da profissão.

Para o Comandante Geral do CBMRR, Coronel Doriedson Ribeiro, a quarentena é o marco inicial dos cursos de formação nas corporações militares que adotam um período integral de atividades como fase de adaptação e o momento em que o aluno se identifica com o perfil exigido para a profissão. "O término do período de quarentena representa a certeza de que, a partir dessa fase, os novos alunos estão prontos para enfrentar os desafios da formação, conscientes dos valores e exigências que norteiam a profissão e motivados para buscarem a concretização do lema de ‘Vida Alheia, Riquezas Salvar’". Salientou o Comandante Geral, Coronel Doriedson Ribeiro.

O fim da quarentena formalizou a conquista de 89 alunos, sendo 75 homens e 14 mulheres à condição de soldados de 2ª classe, que passarão por um período mínimo de seis meses de formação, que após a conclusão do curso serão declarados soldados de 1ª classe e vão integrar a rotina diária dos bombeiros do CBMRR.

O aluno soldado Enzo Duarte, que nunca teve experiência da vida militar se emocionou ao enfatizar a importância da quarentena. "Esse momento significou a transposição de inúmeros obstáculos e só confirmou o meu sonho de ser bombeiro, pois quem chegou até aqui é porque realmente sabe o quanto é preciso se doar para estar em condições de salvar outras vidas". Pontuou o novo bombeiro militar.

Com um corpo discente preparado e experiente é que o CBMRR saúda e aguarda no dia 02 de fevereiro em solenidade militar na esplanada do Palácio Senador Hélio Campos, a incorporação de 30 novos alunos para o Curso de Formação de Oficiais Bombeiros Militar (CFO/BM), convocados pela excelentíssima governadora Suely Campos, para integrar e fortalecer ainda mais o Sistema de Segurança Pública do Estado de Roraima.




Acessos : 119

Voltar