ESTÁGIO DE SELVA - Alunos soldados do Corpo de Bombeiros finalizam instrução de sobrevivência após sete dias de estágio em área de selva..


As instruções ocorreram na área de treinamento de selva do 7º Batalhão de Infantaria de Selva (7º BIS) e na região da Serra Grande I, no município de Cantá.


Data de Postagem: 02/06/2018 12:25 pm




Por: Heldeliano Arrais
Fotos: Diego Ferreira

Na manhã deste sábado (02), 86 alunos do Curso de Formação de Soldados (CFSd/BM) do Corpo de Bombeiros Militar de Roraima (CBMRR) concluíram a disciplina de adaptação em área de selva, que também é conhecida como ‘boina’ pelas corporações militares e teve uma carga horária total de 168 horas aulas de atividades diuturnas com técnicas de sobrevivência na área de treinamento do 7º BIS e na região da Serra Grande I, no município do Cantá.

A recepção dos novos combatentes ocorreu na quadra poliesportiva da antiga Escola 31 de Março, que agora passa a ser um Quartel Escola do CBMRR e vai ser uma unidade de ensino exclusiva para a formação, aperfeiçoamento e especialização dos cursos de bombeiros, além de ser um centro complementar das atividades do projeto ‘Bombeiros na Escola’.

Os 73 homens e 13 mulheres que compõe os três pelotões de alunos soldados, foram surpreendidos com a presença dos familiares que acompanharam o encerramento da disciplina após permanecerem sete dias com instruções de adaptação em área de selva, que abrangeu técnicas de construção de abrigos, armadilhas para obtenção de alimentos, obtenção de água e fogo, além de instruções de rastreamento e orientação noturna, bem como técnica de buscas, manipulação e transporte de vítimas em ambiente de selva.

O CFSd/BM que iniciou em 02 de janeiro deste ano tem previsão de término e formatura de promoção em 02 de julho, que corresponde a duração mínima de seis meses de formação com instruções diárias sob a coordenação da Diretoria de Ensino, Instrução e Pesquisa do CBMRR e subordinado às diretrizes pedagógicas da Academia de Polícia Integrada Coronel Santiago (APICS).

Para o Comandante Geral do CBMRR, Coronel Doriedson Ribeiro a ‘boina’ permite desenvolver durante o período de formação a aptidão para suportar a fadiga, a escassez e o esforço físico prolongado, peculiares das atividades de bombeiros. “Durante o período de estágio de selva os alunos são forjados para o cumprimento de missões, fazendo-os superar o medo, a dor, o perigo, a incerteza e intimidação preparando os futuros soldados para a aplicação padronizada, correta e eficiente dos métodos e técnicas de busca e rastreamento de vítimas em área de selva e de preparação e prevenção para atuarem nas mais variadas atividades da profissão bombeiro militar”. Salientou o Comandante Geral, Coronel Doriedson Ribeiro.

Com o término da boina, os alunos soldados passam a fazer contagem regressiva para a formatura de conclusão do curso e de promoção, que posteriormente passarão integrar e compor o efetivo ordinário administrativo e operacional nas Companhias de bombeiros militares na capital e no interior do Estado de Roraima.

DACRP/CBMRR




Acessos : 105

Voltar